Seja bem-vindo ao OpenBrasil.org

Holocausto brasileiro



Internação e sobrevivência

Daniela Arbex, contou ainda que a ordem para internação das pessoas na Colônia vinha dos mais influentes da sociedade na época. “Quem decidia é quem tinha mais poder. Teve pessoas que foram enviadas pela canetada de delegados, coronéis, maridos que queriam se livrar da mulher para viver com a amante. Não tinha critério médico nenhum. Tem documento que mostra que o motivo da internação de uma menina de 23 anos foi tristeza”, criticou.

Descrição: Holocausto brasileiro: 60 mil morreram em manicômio de Minas Gerais

Livro: Holocausto brasileiro - Jornalista Daniela Arbex

Fonte: Renan Truffi - iG
Foto: Divulgação/Luiz Alfredo/Revista O Cruzeiro


Holocausto brasileiro - OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página

DICA DE LEITURA

DICA DE LEITURA
Holocausto brasileiro - Daniela Arbex